Total de visualizações de página

Translate

Google+ Followers

O BRASIL DEIXADO DE LADO



Os últimos acontecimentos políticos no país tem deixado grande parte da população eufórica com um suposto “fim da impunidade” aos corruptos da nação. Pessoas pró, pessoas contra, pessoas em cima do muro, pessoas alienadas que nem sabem do que se trata, pessoas que estão preocupadas com a alta de 30 centavos nas passagens de ônibus, pessoas que só estão preocupadas com a tomorrowland, enfim... pessoas de todos os gêneros, querendo um mundo melhor a sua maneira. Mas qual mundo?
A verdade é que o país se polarizou. Instituímos uma guerra fria dentro dos nossos limites de soberania onde é proibido não emitir uma opinião onde não se condene alguém ou se condene todos. De um lado temos os opressores fascistas (ainda considero contraditório ligar a direita ao fascismo, mas...) com seu ódio pelas minorias, com sua homofobia, com seu racismo velado (muitas vezes declarado); do outro lado, temos a classe operária vândala e usurpadora, com suas milhares de teses sobre como construir um país melhor à custa do dinheiro alheio, com suas pregações de ódio contra os empresários, agitando seus braços com relógios “Tissot”, espalhando suas doutrinações por todas as universidades do país em grupos alimentados por textos digitados em Iphones 6 S.
Mas qual é a discussão mesmo? Qual o foco? Qual o sentido? Queremos ver todos presos, menos aquele a quem simpatizamos. Queremos que todos os corruptos sejam execrados, caçados, humilhados, arrasados, menos aquele em quem votamos. Do nosso candidato tudo se perdoa. Do candidato do outro polo, tudo se condena. Do nosso candidato defendemos a ampla defesa, o contraditório, o direito de que ninguém seja considerado culpado sem o devido processo legal transitado em julgado, consideramos ilegal o vazamento da delação premiada; mas do político do outro polo tudo é lícito, desde que ele seja massacrado, exterminado, extirpado de nossa convivência... propagamos o ódio como se fosse amor e nos orgulhamos de fazer isso. E pior, acreditamos que assim nós estamos brigando pelo futuro da nação.
Militantes do lado “A” e do lado “B” se enfrentam na parte externa, em defesa de uma democracia fictícia que nos vendem a todo o momento, sem sabermos que todos são gado indo para o abate. Acham que chamar a prisão de um acusado de golpe é defender os interesses nacionais. Não estão preocupados com o fato de que milhões, bilhões, trilhões já foram roubados nos últimos 10, 15, 20, 30 anos! Não se preocupam com o fato de que milhares de pessoas estão morrendo por conta de uma saúde deplorável, que pessoas não recebem sua aposentadoria de forma digna porque a previdência nunca fecha sua conta, não se importam com o fato de não se poder sair na rua às 20:00 sem o medo de ser estuprado, assaltado, morto, torturado.
Não importa quanto já foi surrupiado da nossa nação. Se foi por alguém do meu partido, está justificado! Esse tipo de pensamento vem minando nossa nação, vem enfraquecendo nossa força diante dos investidores, vem aumentando a desconfiança do mercado, mas ainda preferimos discutir se estrelas são melhores que tucanos! Uma baboseira sem fim travestida de vermelho ou azul! Uma polarização sem sentido de problemas que não serão solucionados com embates de militantes. Compra-se fácil os discursos bem pautados em teses filosóficas de pensadores que nunca moraram em países onde a doutrina que pregavam prevalecia. Mas ainda assim, insistem em se digladiar porque alguém virou réu ou foi dar um depoimento.
Tudo é golpe. A pergunta que fazem é “por que os fulanos de tal partido não são presos”? Meu mais sincero f... –se! Tem que ser preso todo mundo que é corrupto independente da cor que veste ou do mascote do partido! Isto não é um jogo de futebol onde meu time ganha somente quando o seu perde! Isto é o futuro de um país.
O nosso país caminha a passos largos para se tornar como nações vizinhas onde se falta de tudo nas prateleiras dos supermercados, onde a mídia é censurada, onde filas gigantescas formam-se na frente de lojas; mas nossa preocupação é se o “Pai dos pobres” foi prestar depoimento! Que vá! Se não deve nada, que preste depoimento! Que preste depoimento o “pai dos ricos” também! Que preste depoimento o dono do aeroporto “sem dono”! Que preste depoimento o ex-BBB sem projetos relevantes para o país! Que preste depoimento todos aqueles que foram citados em algum momento! Não importa o partido; importa é que todo esse capital que foi extraído dos cofres públicos seja reposto. Importa é que as pessoas parem de morrer na fila do SUS! O SUS não melhorou nos últimos 30 anos e não importa qual foi a m... de partido que entrou naquele Palácio! As estradas estão uma b... a 30 anos e as famílias que perderam seus parentes em acidentes de trânsito estão pouco se f... para qual o nome do presidente!

Está na hora do país pensar mais como nação e menos como escola de samba. Nossas crianças precisam ser alfabetizadas de forma verdadeira e não cobertas por números maquiados numa propaganda tão enganosa que nem o marqueteiro que a fez acredita! Está na hora de realmente tirar os pobres de sua situação sub-humana, mas sem precisar alterar os dados estatísticos! Está na hora dos brasileiros se unirem para colocar todos os que devem atrás das grades, pois é o que de fato importa para a nação. Mas no momento, o Brasil está deixado de lado!

YURI LUCCHESI

Comentários

Postagens mais visitadas